Páginas

Olá a todos..... Primeiramente obrigado pela visita ao blog, que possa contribuir de alguma maneira para o conhecimento de todos. Objetivo é falar um pouco de algumas patologias neurológicas e tratamentos fisioterapêuticos. Alguns texto foram retirado dá própria web. Toda críticas e elogios serão bem vindo! Obrigado, e boa leitura... "Conhecimento guardado é conhecimento morto"

Tremor...


O tremor é um movimento oscilante, involuntário e rítmico produzido quando os músculos contraem e relaxam repetidamente. Todo mundo apresenta um certo grau de tremor, denominado tremor fisiológico, embora, na maioria dos indivíduos, ele seja muito discreto para ser percebido. Os tremores são classificados de acordo com sua velocidade e ritmo, com a sua localização e sua freqüência e com a sua gravidade. Os tremores de ação ocorrem quando os músculos encontram-se em atividade; os tremores de repouso ocorrem quando os músculos encontram- se em repouso. Os tremores de repouso podem fazer com que um membro superior ou inferior trema mesmo quando o indivíduo encontra- se totalmente relaxado. Esses tremores podem ser um sinal de doença de Parkinson. Os tremores de intenção ocorrem quando o indivíduo realiza um movimento intencional. Os tremores essenciais são tremores que geralmente manifestam-se no início da vida adulta, tornam-se lentamente mais evidentes e são de causa desconhecida.

Os tremores senis são tremores essenciais que se manifestam em idosos. Os tremores essenciais que ocorrem em famílias são algumas vezes denominados tremores familiares. Os tremores de intenção podem ocorrer em indivíduos que apresentam uma doença cerebelar ou de suas conexões. A esclerose múltipla comumente causa esse tipo de tremor. Outras doenças neurológicas (p.ex., acidente vascular cerebral) ou o alcoolismo crônico também podem lesar o cerebelo, acarretando tremores de intenção. Esses tremores podem estar presentes com o indivíduo em repouso e podem aumentar com a atividade como, por exemplo, tentar manter uma postura ou levar a mão até um alvo fixo. Os tremores de intenção são mais lentos que os tremores essenciais e são movimentos amplos e grosseiros.

Apesar dos tremores essenciais normalmente permanecerem leves e não indicarem uma doença grave, eles podem tornar-se um transtorno. Eles podem afetar a escrita, podem tornar o uso de utensílios difícil e podem tornar-se embaraçosos. O estresse emocional, a ansiedade, a fadiga, a cafeína ou estimulantes prescritos por um médico podem agravar os tremores essenciais. Muitos medicamentos, especialmente aqueles utilizados no tratamento da asma e do enfisema, podem piorar um tremor essencial. Embora o consumo moderado de bebidas alcoólicas possa reduzir o tremor em alguns indivíduos, o seu uso abusivo ou a abstinência podem piorá-lo. Geralmente, os tremores essenciais cessam quando os membros superiores ou inferiores repousam, mas tornam-se evidentes quando os membros são estendidos e podem piorar quando são mantidos em posições incômodas. Os tremores são relativamente rápidos, com pouco movimento. Os tremores essenciais podem afetar mais um lado do corpo que o outro, mas, geralmente, envolvem ambos os lados. Algumas vezes, a cabeça treme e apresenta alguns espasmos leves. Se as pregas vocais forem afetadas, a voz torna-se trêmula.


O TREMOR FISIOLÓGICO

O tremor fisiológico é um fenómeno normal, existe em todos os grupos musculares, na vigília e em certas fases do sono, em regra não é observável e não constitui problema clínico. Uma variante deste tremor é o denominado tremor fisiológico exagerado que tem alta frequência, de 7 A 12 Hz, baixa amplitude e é essencialmente postural ou cinético. É uma alteração, em regra, reversível, podendo ser ntermitente, e não é evidência de doença neurológica.
Observa-se em situações de ansiedade, fadiga ou no contexto de doenças metabólicas como hipertiroidismo, hipoglicemia, associado ao consumo de estimulantes como chá, café ou chocolate e nas fases de suspensão de bebidas alcoólicas3. O controlo deste tremor passará pela correcção dos factores precipitantes.

O TREMOR PATOLÓGICO

Os dados da história, a caracterização clínica e o exame neurológico permitem definir síndromes neurológicos em que o tremor está incluído, como por exemplo: tremor essencial, tremor ortostático, tremor cerebeloso, tremor da doença de Parkinson ou o que acompanha algumas polineuropatias. O tremor de repouso, mais frequentemente observado na doença de Parkinson, e menos frequentemente noutros síndromes parkinsónicos, localiza-se nas mãos, muitas vezes adoptando o clássico «pill-rolling», que se manifesta por movimentos rítmicos de flexão e extensão do dedo indicador sobre o polegar. Desaparece durante o movimento, podendo reaparecer quando o doente adopta uma postura, após algum tempo de latência. A existência isolada de tremor de repouso não basta para o diagnóstico de doença de Parkinson, sendo indispensável a presença de bradicinesia que poderá ou não associar-se a outras alterações como rigidez e alterações posturais. O tremor da doença de Parkinson não inclui a cabeça ou a voz mas pode envolver a boca ou o mento.
O tremor essencial, o mais comum de todos, é caracteristicamente um tremor de acção, postural e cinético que ocorre isoladamente, isto é, não se acompanha de outras alterações neurológicas. Surge em qualquer idade mas os dados da literatura registam uma distribuição bimodal, com um pico na segunda década e outro na sexta década. Mesmo no doente idoso é o tremor mais frequente. Muitas vezes o doente refere notar melhoria com a ingestão de pequenas quantidades de bebidas alcoólicas. Observa-se geralmente nas mãos, sendo bilateral e habitualmente simétrico, com uma frequência de 4 a 12 Hz. Não raramente pode também ser cefálico ou da voz.
Em casos de tremor muito exuberante pode também observar-se em repouso. Nestes casos é mais fácil confundir-se este tremor essencial com a forma tremórica de doença de Parkinson em que os outros sintomas ainda não são muito evidentes.
O tremor da cabeça pode surgir anos antes do aparecimento do tremor das mãos mas mais frequentemente é posterior. É um tremor postural por isso desaparece se fixarmos a cabeça do doente entre as mãos. É fundamental verificar se para além do tremor da cabeça há postura anómala, uma vez que não raramente este tremor está associado a distonia cervical10. Em fases
mais avançadas pode incluir o mento, os lábios, a língua e a voz. Nos casos em que o doente tem tremor destas estruturas associado a tremor das mãos o diagnóstico de tremor essencial torna-se mais fácil.
O tremor essencial é geralmente esporádico. Muitas vezes é familiar, com hereditariedade autossómica dominante em cerca de 50%. Inicia-se em regra na idade adulta, podendo ocorrer
em idades mais precoces. Inicialmente pode aparecer esporadicamente, tornando-se depois permanente. Com o passar do tempo pode registar-se diminuição da frequência e aumento da amplitude. Quando surge já numa fase adiantada da vida designa-se por tremor senil.
O tremor específico de tarefa é o que se manifesta durante a realização de actos motores específicos verificando-se em músicos ou atletas. É uma variante do tremor essencial, que inclui também o tremor de escrita e o da voz. O tremor primário da escrita surge só durante a escrita
ou quando o doente adopta a postura da escrita e não com outras actividades manuais, não se acompanhando de distonia da mão. Há doentes que têm tremor associado a distonia da mão, constituindo uma entidade clínica distinta, o tremor distónico. A distonia do escrivão, um tipo de distonia focal, pode ou não associar-se a tremor. O tremor da voz pode fazer parte do tremor essencial, em que há envolvimento dos músculos da fonação, podendo ou não associar-se a tremor cefálico. É indispensável prestar atenção ao doente a falar, fazendo-o ler e contar. O tremor isolado da voz pode corresponder a uma distonia focal, das cordas vocais.
O tremor ortostático primário é raro. Surge alguns segundos depois de o doente adoptar o ortostatismo e tem frequência elevada, de 14 a 18 Hz. Gera grande incapacidade, tornando difíceis ou impossíveis tarefas como permanecer numa fila ou fazer compras pela necessidade constante que o doente tem de se sentar. Em casos graves pode estar presente durante a marcha. Ao palpar-se os músculos dos membros inferiores, os gémeos ou quadricípetes nota-se vibração. Desaparece quando o doente se deita ou senta.

O tremor induzido por fármacos é o que se relaciona com a toma de alguns medicamentos, sendo numerosos os que podem levar ao seu aparecimento. São exemplos: valproato de sódio, antidepressivos tricíclicos, neurolépticos, anfetaminas,salbutamol, teofilina, corticóides, lítio-antagonistas dos canais de cálcio e anti-arrítmicos. Os tóxicos, como os metais pesados como o
chumbo, o arsénico e o mercúrio, também têm sido responsabilizados por este efeito.
O tremor que algumas vezes acompanha os síndromes cerebelosos é mais frequentemente um tremor de intenção uni ou bilateral com frequência inferior a 5Hz. Não existe tremor em repouso mas pode associar-se a tremor postural. Habitualmente é muito incapacitante. O tremor de intenção pode considerar-se com sendo sintomático, isto é, na sua presença terá que procurar-se outras alterações no exame neurológico como dismetria, disartria ou ataxia da marcha, que traduzem disfunção cerebelosa. Pode observar-se num doente jovem como manifestação de esclerose múltipla, associando-se a outras alterações, como por exemplo ataxia, e em pessoas idosas no contexto de acidente vascular cerebral. As lesões cerebelosas bilaterais podem associar-se a um tremor cefálico grosseiro designado por titubeação.
O tremor neuropático é o que está associado a algumas polineuropatias, como por exemplo as hereditárias, as que acompanham as gamapatias, o síndrome de Guillain-Barré e a polirradiculonevrite crónica inflamatória desmielinizante. É um tremor postural e cinético e está presente nos membros superiores e ou nos inferiores, na presença de alterações no exame neurológico e EMG compatíveis com o diagnóstico de polineuropatia. O tremor poderá em casos raros ser o sintoma de apresentação. Se o tremor for paroxístico deverá pensar-se na porfiria.
A Doença de Wilson, que é autossómica recessiva, relacionada com uma perturbação do metabolismo do cobre, pode numa fase inicial manifestar-se só por tremor a que se associam outras manifestações como disartria, incoordenação motora ou distonia. Para confirmação de diagnóstico terá de fazer-se doseamentos de ceruloplasmina e de cobre séricos e determinação do cobre na urina de 24 horas. É indispensável a observação por oftalmologia para pesquisa de anel de Kayser-Fleischer. Em alguns casos impõe-se a realização de biópsia hepática para confirmação do diagnóstico.
Por vezes observam-se doentes com tremor com características de tremor essencial mas que também têm outras alterações subtis, como mímica pobre, que levam à suspeita de um síndrome parkinsónico sem no entanto ter critérios para esse diagnóstico. Nestes casos é mais seguro atribuir a designação de síndrome tremórico indeterminado e esperar a evolução.
O tremor psicogénico, histérico ou funcional, observa-se em doentes com antecedentes de somatização, combinando de maneira que não é habitual vários tipos de tremores que podem instalar-se ou desaparecer repentinamente. Podem não ser observados ou pouco notados se a atenção do doente é desviada para outro assunto e nota-se resistência quando se mobiliza passivamente o membro em que aparece.

74 comentários:

  1. Dr. Rafael, estou fazendo um blog para minha filha que sofre de uma doença desconhecida. Ela tem atrofia cerebelar, a decorrente hipotonia, pili torti e tricorexis nodosa nos fios de cabelo e não é Menkes (foi feito o exame do ATP7A). Se possível, dê uma olhada no blog. Estou começando, ainda não coloquei o histórico e os exames mas os vídeos e as fotos já estão lá:http://tarsilabergerfranciosi.shutterfly.com/ Gratíssima pela colaboração, Monica Berger.

    ResponderExcluir
  2. Dr. Rafael minha mãe esta com tremores pelo corpo , tipo frio é geralmente a noite ela tem 73 anos o que pode ser . muito obrigada

    ResponderExcluir
  3. Eugostariadesaber quais medidas eu devatomar para amenizar meutremor cefalico que me acompanha a seis anos?

    ResponderExcluir
  4. Oi Dr...tenho as vezes mexe sozinho dedo...palpebra olhos...ai fui Neuro...ele disse que é normal...meu caso...todo mundo tem...porém nao passo exames algum...só me dagnostico ...falando mesmo...e comuniquei tenho enxaqueca e tals....ja tinha tratado...voce acha mellhor procurar outro medico?

    ResponderExcluir
  5. Rafael,

    Achei muito bom seus comentários sobre os tremores, muito elucidativos também. Obrigada!!
    Paula

    ResponderExcluir
  6. tenho 62 anos mas sofro de tremor já faz tempo, iniceie umtratamento e depois parei, agora vou iniciar outro. Errei?

    ResponderExcluir
  7. CAC
    Dr. foi diagnosticado que tenho tremor ortostático. já fiz inúmeros exames neurológicos, com resultados normais. Passei por vários médicos e especialidades (neurológicos; psiquiatras; psicologos0 e nada de melhora . já são 13 anos de sofrimento e limitação que vem piorando ao longo do tempo! Estou num momento difícil! os remédios não dão resultado! Desisto! O que fazer?

    ResponderExcluir
  8. Dr Rafael.
    Boa tarde, tenho 35 anos e atuo na área de análises clínicas, tenho tremores nas mãos assim como meu pai, minha dúvida é o que posso fazer para amenizar e enfim trabalhar com mais firmeza?

    ResponderExcluir
  9. Dr Rafael
    sofro muito pq tenho tremores essenciais benigno e até agora não consigo cura aonde eu posso encontrar especialista para esta cura o que posso fazer para melhorar isso pq causa um grande desconforto para mim.Rosimeri

    ResponderExcluir
  10. ola Dr°, gostei muito de seu conteudo, eu sou tec em enfermagem, e quando vou realizar procedimentos ou quando estou nervosa ou ate mesmo quando estou em repouso sinto meus membros superiores tremerem, o pior e que as pessoas pensam que eu estou nervosa mas e algo q não consigo controlar,chego a ter vergonha pois não quero que aconteça mas e incontrolavel, o senhor acha que pode ser tremor essencial? se puder me ajude. Obrigada.

    ResponderExcluir
  11. DR o meu pai tem tremores do lado esquerdo do corpo, principalmente na mão, oque o impede de realizar tarefas simples, esta fazendo uso de levodopa, sem resultado, o médico disse que se não melhorasse com o medicamento poderia ser tremor senil, por favor me explique a diferença entre um e outro e sua gravidade. como a fisioterapia pode ajuda-lo? obrigada.

    ResponderExcluir
  12. Olá Doutor,

    Meu esposo tem 50 anos e tenho notado que ele está constantemente com um leve tremor no dedão das duas mãos, e que estes tremores tem aumentado de intensidade, por ex.quando ele segura uma xícara de café pela alça observo que ela treme o tempo todo. Ele diz que é impressão minha, que isto é normal em algumas pessoas mas será que não devemos procurar um médico para fazer exames?
    Obrigado pelas orientações no seu blog.

    ResponderExcluir
  13. A mais de 1 mês meu dedo indicador tem tremores involuntarios, as vezes até deixo cair algo que esta na mão, devo me preocupar? Procuro qual tipo de ajuda? Obrigada!

    ResponderExcluir
  14. oi,boa tarde é esquesito falar isso, porem fiquei feliz em saber que mais pessoas passam pelo o que eu passo ¨¨ é tão chato chegar em lugares, tomar um café onde vc nota que tão vendo vc tremer, e agora que estamos na era dos medicamentos psicotropicos tdo mundo acha que vc toma algum medicamento assim,o problema maior é que estou fazendo curso de tecnico em enfermagem e qdo vamos treinar injeçoes ou acesso venoso tremo muito e todo mundo fala que não vou conseguir, será que vou? me ajude me diz a real sera que dá pra seguir em frente ou devo parar??

    ResponderExcluir
  15. Bom dia Dr.
    O meu dedo fura bolo está se mexendo sozinho, involuntariamente, por exemplo: quando estou com a mao em cima do mouse do computador.
    Ja fazem dois meses. O que pode ser ?

    ResponderExcluir
  16. Tendinite! Tive a mesma coisa! Procure um médico.

    ResponderExcluir
  17. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  18. Olá, achei muito interessante a explicação mas ainda não consegui definir bem o tipo de tremor que tenho. Acho que seja do tipo repouso como o senhor explicou, mas não sei dizer se é fisiológico ou só por causa da ansiedade. Tenho 21 anos, não tenho tremor nos membros inferiores nem bradicinesia. Eu tenho tremores nos polegares das duas mãos, apenas neles e quando eu se eu mexer a mão, para, mas se eu deixar em repouso novamente volta. Não percebo isso todos os dias, nem dura muito tempo, mas notei que não tinha isso. Se puder me ajudar, agradeço muito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Danii, Estou exatamente com os mesmos sintomas que você. Em alguns momentos as mãos treme quando fico nervoso, mas acredito que seja normal. Mesmo em condições que acho normal, procurarei um médico especialista. Forte abraço, sorte.

      Excluir
  19. Glória de F.G.Zanotta18 de junho de 2012 02:45

    Dr. Rafael... tenho 54 anos, sou ansiosa demais, estou tomando remédios controlados antidepressivo e ansiolítico. De dois meses para cá estou tendo tremores noturnos ou melhor quando durmo na parte do pescoço e na cabeça... tipo de um choque eletrico bem rápido. Estou ficando muito preocupada e fico retardando meu sono com medo de voltar a ter tremores que estão acontecendo repetidas vezes... que tipo de médico deveria procurar??? Por favor me ajude!!! Grata

    ResponderExcluir
  20. tambem sinto tremores anoite tenho 18 anos. sera que e normal?

    ResponderExcluir
  21. Dr. tenho um tremor nas mãos que me faz passar por constrangimento no trabalho e na vida pessoal ao ponto de no trabalho me oferecem:Quer um copo de cachaça?Ou até mesmo de ir entregar uma xicara de café e me pergutarem se estava tremendo por causa do cara?Já fui até nas farmacias procurar medicamentos para essa tremedeira mas, me informaram que 1º tenho que ir no neuro!Por Deus me diga o que fazer, tenho medo disso!

    ResponderExcluir
  22. Eliane amadeu David3 de agosto de 2012 09:27

    Eliane 3 de agosto de 2012

    Tenho um tipo de movimentos involutarios ha 15 anos ja procurei varios medicos,mais ate hoje ouvi varios dignostico muitos medicamentos,algum com efeitos colaterais muito ruins,meus movimentos sao nos braços unilaterais com muita intesidade movimentos de bater de 100 ha 150 batidas,essas crise repentem 10 ha 15 vezes,e agora de pouco tempo começou nas pernas entao movimento os braços e as pernas no mesmo tempo,meu maxilar bate e as vezes a cabeça se movimenta.Tenho procurado tratamento ha anos as vezes as crises da uma pausa outras epocas repetem com frequencia ja tive 50 crises no dia isto me deixa sem energia e com muita fadiga,nao sei o que me provoca porque ja fiz ressonancia,mapiamento,eletros,e nada acusa o que tenho,se pode me ajudar,sou muito grata.

    ResponderExcluir
  23. Dr. Tenho 67. De um tempo pra cá (mais ou menos há 6 meses) estou tendo uns tremores involuntários no polegar da mão esquerda. Não são constantes e duram alguns segundos. Não sinto nada de anormal comigo a não ser isso. Pode ser início de Parkinson? O que o Sr. recomenda?

    ResponderExcluir
  24. DR, TENHO UMA FILHA COM 18 ANOS, ELA TREME DE MAIS AS MÃOS, EU PERCEBI ELA ESTAVA COM 16 ANOS. ELA NÃO GOSTA DE FALAR SOBRE O ASSUNTO, TAMBÉM NÃO QUER DE FORMA ALGUMA IR AO MEDICO. SERÁ QUE ELA TEM PARKISON? O QUE EU FAÇO ME AJUDA.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ola me chamo jullyete cassia
      eu tremo desde os 17,hoje tenho 20 já procurei um neuro. ele me disse que é ansiedade. mas eu não me acho uma pessoa ansiosa, e se fosse ansiedade eu tremeria só em alguns momentos e não todo tempo eu tremo constantemente..vou tentar procurar outros neuros..é ate pq tenho uma tia que tem esse tremor..acho que herdei dela não sei..

      Excluir
  25. tenho 37 anos desde os 20anos fui diagnosticada pela neurologista sobre os tremores essenciais, que nao me prejudicam faço uso de propanolol desde então hoje ja com dose maior, mas nunca fiz um exame no cerebro pra saber se tem alguma deficiencia. sempre peço a medica e ela diz que nao precisa." percebo k com o passar do tempo os tremores tem aumentado, ja nao consigo usar sapatos de salto,as pernas tremem muito k fica perceptivel. o que devo fazer?

    ResponderExcluir
  26. OLá Dr,
    Que bom que encontrei esse cantinho para ler e tb para ver os comentários das pessoas. Sei bem o que é isso pois sou diagnosticada com tremor cerebelar, apareceu depois dos 30 anos, hoje conto com 53 anos. Acho terrível conviver com isso. Gostaria de saber a quem procurar, já que fui ao neuro, mas nada resolveu.

    Tb gostaria de dizer a todos que estão aqui, se quiserem contato comigo, deixe recado, assim poderemos trocar maiores informações sobre a doença.

    Um abraço.

    ResponderExcluir
  27. Doutor,

    Tenho 30 anos e sempre soube através dos meus pais, irmão e namorado que eu tremo quando adormeço. Só agora depois de anos sabendo disso é que fiquei curisosa para saber sobre esses tremores em vários membros: mãos, braços, pernas, pé. Uma vez, eu acordei assustada pois minha perna tremeu que chegou a me assustar e assim acordei. Mas, o que acontece são as tremidas e não sinto nada, não vejo nada. Geralmente me contam, sabem na verdade que eu dormi a partir do momento que eu começo a tremer. Só acontece quando eu durmo e repito, não percebo nada a não ser que seja muito forte e me acorde, lembro nesses 30 anos de isso ter ocorrido duas vezes somente. E tem um outro fato, quando uma pessoa me chama, me despertando do meu sono, eu assusto, levo susto mesmo, ninguém gosta de me acordar de tamanho susto, desperto sempre com alarmes e assim, acordo bem, com o uso do alarme acordo muito bem, quando alguém me acorda não é bom, assusto e coração acelera, é horrírel! Lí os comentários acima e não encontrei nada parecido com o meu caso, o senhor poderia me ajudar. O senhor sugere que eu procure um neuro. Agradeço muitíssimo. wirginiaf@hotmail.com

    ResponderExcluir
  28. Boa noite doutor..Tenho 25 anos,e a cinco dias bem no meio do meu labio inferior esta tremendo,as vezes com um pouco de intensidade e outras bem fraquinho,o que deve ser isso tenho bursite e muita dores nos braços..estou preocupada com isso por favor alguém me diga se isso é grave?

    ResponderExcluir
  29. Roseli da Fonseca Novais20 de novembro de 2012 18:36

    Olá doutor. Fiquei feliz em encontrar uma matéria sobre tremores. Tenho 46 anos e sofro de tremores desde sempre. o que não incomodava em nada até os 20 anos de idade. Foi quando tive uma crise de pânico com depressão e, não conseguia mais escrever; foi como se minha mão direita tivesse travado. Desde então começou minha batalha para descobrir o que eu tinha.
    O sr sabe que há 26 anos atrás a neurologia, psiquiatria, psicologia, etc, era motivo de preconceito e não estava evoluída como hoje. Não consegui nenhum esclarecimento com os médicos que consultei. Gostaria que o sr me orientasse por onde devo começar. Esses tremores são constrangedores, tenho grande dificuldade para escrever, minha letra sai tremida e tenho que ficar ouvindo comentários desagradáveis e explicando o que nem eu sei. Conto com sua ajuda. Obrigada.

    ResponderExcluir
  30. meu labio vivi tremendo mi encomoda muito....

    ResponderExcluir
  31. eu tremo minhas maos deste de criancas quando fico nervosa com asiendade ou as vezes da tremer quando estou normal e sinto muita dor de cabeca e cada dia minha tremerdera piora

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ola me chamo jullyete cassia
      nossa o meu caso e igual ao seu, já procurei um neuro. ele me disse que é ansiedade. mas eu não me acho uma pessoa ansiosa, e se fosse ansiedade eu tremeria só em alguns momentos e não todo tempo eu tremo constantemente..vou tentar procurar outros neuros..é ate pq tenho uma tia que tem esse tremor..acho que herdei dela não sei..

      Excluir
  32. Boa tarde, Doutor.
    Desde a adolescência sinto tremores. Inicialmente eles eram nas mãos e depois comecei a sentir na cabeça. Na época fui diagnosticada com Síndrome do Pânico e com um quadro de Fobia Social. Fiz o tratamento que adiantou para diminuir a ansiedade, mas os tremores continuavam. Os tremores, principalmente na cabeça, me causavam muita vergonha e comecei a evitar situações em que tivesse que ficar com a cabeça parada, como por exemplo, cortar o cabelo. Na minha família existem muitos casos de tremor nas mãos, mas não na cabeça. Sinto que o tremor aumenta quando fico ansiosa ou quando tem gente olhando, por causa, principalmente, da vergonha que ainda sinto (nesses casos ele aparece em outras regiões, como na boca). Mas, independente da situação, ele é constante; e está se tornando muito mais constante na região da cabeça, me fazendo ficar com fortes dores na região do pescoço devido a uma rigidez provocada por mim, na tentativa de tentar diminuir esse tremor. Hoje em dia tenho 24 anos e comecei há pouco tempo um tratamento com um neurologista, que diagnosticou como tremor essencial, prescrevendo o propanolol de 10mg. Li que o tremor da cabeça é o mais difícil de obter melhora com o medicamento, por isso tenho medo de que no futuro ele piore e tenha a necessidade de uma cirurgia, o que li ser de grande risco. Gostaria, portanto, de obter mais informações e saber o que mais posso fazer para diminuir (principalmente o da região da cabeça).

    ResponderExcluir
  33. Tremor aparentemente imperceptível no canto direito do lábio inferior há duas semanas.Rivotril ou lexotan não adiantaram.Sou ansiosa e tenho 63 anos.

    ResponderExcluir
  34. Oi doutor,

    Não consegui detectar o meu caso! Por favor, me ajude!!!

    Sinto tremores quando vou comer, ou beber algo...minha mão e braço direito tremem ao levar o alimento à boca, e com isso a cabeça treme também!!! Geralmente isto acontece quando estou em restaurante, e/ou com pessoas que me deixam pouco a vontade! É visível e muito constrangedor...o alimento passa a ser um estorvo! Ontem aconteceu novamente e foi horrível, fiquei emocionalmente abalada e chorei muito! Será que é grave? Tenho 34 anos e tenho tais tremores desde o ano de 2002.

    Grata, desde já!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A MELHOR MANEIRA DE ALIVIAR ESTE PROBLEMA É SE ABRIR COM AS PESSOAS. VOCE SE ABRINDO COM AS PESSOAS SE SENTIRÁ MUITO MAIS SEGURA, RECEBERÁ AJUDA E NÃO FICARÁ ACANHADA COM VERGONHA DE TUDO NO SEU DIA A DIA.

      Excluir
  35. Olá Dr Rafael,
    Fico aqui pesquisando um monte de sites a procura de uma resposta para meu filho , ele tem 33 anos e a um ano começou com tremores no braço direito bem leve mas agente percebia , depois de um tempo começou a perna direita, e a coisa ta evoluindo , ele ja fez varios exames , um Neuro aqui de Brasilia descartou uma doença de tremor essencil, outro está diagnosticando como Parkinson, mas nada tão claro e definitivo. Estamos preocupados com ele é tão jovem tem uma vida normal casado com um casal de filhos pequenos , é taquigrafo aqui em Brasilia . Por favor Dr Rafael poderia me ajudar , dar uma dereção do que podemos fazer , que tipo de exame ele deveria fazer para ter uma certeza do diagnostico e se tratar enquanto da . O senhor indicaria um bom Neuro para avalia-lo? Se puder me dar uma Luz por favor , gostaria que eviasse para meu email
    maragregorino@uol.com.br . Aguardo ansiosa a sua ajuda e agredeço de todo coração.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenho parkinson há 15 anos. Hj tenho 52 anos. Demorou 2 anos para que eu tivesse o diagnóstico correta.

      Se desejar pode falar comigo pelo

      email
      simplesmentetete@gmail.com

      ou facebook
      https://www.facebook.com/simplesmenteTT

      Abraço *TT

      Excluir
  36. Boa tarde Dr.! Sempre procurei nos site, sobre meu proplema. Tenho notado desde o começo do ano de 2012, uma vez fui passar esmalte na unha e minha cabeça começou a tremer e meu pescoço ficava doendo e rigido, dai em diante até agora sempre que abaixo um pouco a cabeça para pentear o cabelo da minha filha, ou pintar a unha ou qualquer coisa que faço ao abaixar a cabeça meu pescoço fica duro e doi, não consigo controlar isso é horrivel, quero fazer um curso de sombrancelha definitiva mas tenho medo de não poder trabalhar ou as pessoas notarem, ou até mesmo piorar ao passar do tempo. Tenho 46 anos e sempre tive tramedeira nas mão, todos meus irmão tem muita tremedeira nas mãos mas só eu tenho na cabeça, também tenho um filho de 21 e uma filha de 11, todos tem muita tremedeira. Por favor me ajude a solucionar esse tormento. Agradeço desde já, que Deus o Abençoe.

    ResponderExcluir
  37. Prezado,
    Se não pretende responder as perguntas dos visitantes, não permita que se comente o artigo.As pessoas têm dúvidas e é natural que procurem a orientação de um especialista.
    Deixá-los sem resposta é um desserviço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito pertinente seu comentário. Penso o mesmo.

      Excluir
  38. olá estou fazendo tec em enfermagem ... quando vou administrar alguma medicaçao injetavel , tremo muito , mais com a mão que estou segurando a seringa , sinto a perna do mesmo lado tremeer tambem , e logo quando termino , tudo para de tremer .O que me ajudaria nesse caso?

    ResponderExcluir
  39. Olá, parabéns pelo blog, eu tremo muito, qdo estou em restaurante e com pessoas que acabei de conhecer, ou quando estou sozinha em restaurante, isto acontece quando eu sinto que estou sendo observada, eu tremo tanto que as vezes fica impossível minha alimentação, e eu desito de comer, existe algum exame para diagnosticar este tipo de tremedeira, as vezes acho q é inicio de mal de parknson. Obrigada.

    ResponderExcluir
  40. Boa tarde!
    Não consumo bebida alcoolica, e há mais ou menos 1 semana venho sentindo tremores involuntários no polegar direito. Não perdi a força no membro, apesar de ficar um pouco dolorido e incomodar bastante.
    Não consegui identificar meus sintomas, o Dr. pode me ajudar?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, eu tenho os mesmo sintomas. O que aconteceu contigo?

      Excluir
  41. Tenho lido bastante sobre “Tremor Essencial” e, até o momento, não obtive quaisquer informações relacionadas a uma cura definitiva.
    É muito ruim, constrangedor até. O simples ato de escrever em público, anotar um pequeno recado e almoçar em restaurante, torna-se bastante difícil.
    Tudo começou ainda criança, quando meus pais foram orientados pela escola para que eu utilizasse uma “caligrafia” já que minha letra era sofrível de tão feia. E olha que meus irmãos possuíam uma caligrafia bem bonita!
    Somente após começar a trabalhar, no final dos anos setenta, descobrir que a minha “caligrafia feia” era reflexo de algum mal neurológico.Consultei alguns médicos e nada foi detectado e meus tremores continuaram...
    Em 2006 voltei a fazer muitos exames, consultei um Neurologista e também o diagnóstico foi o mesmo de há trinta anos atrás: “Você não possui nada, é só agitação e vou lhe passar alguns remédios”...
    Agora, aos 56 anos, tenho consciência de que o problema que tenho não possui cura e que só me resta continuar pesquisando e torcendo para que um dia haja uma cura definitiva.
    A título de sugestão, aconselho que as pessoas se adaptem a melhor condição possível de vida. Procurem relaxar bastante, curtir a vida e os filhos. Caso já possuam condições de se aposentar, se aposentem! Esqueçam o trabalho e levem a vida fazendo aquilo que gosta! Lembrem-se de uma coisa: se não ficaram ricos até agora, muito provavelmente não ficarão mais com o trabalho!!!
    Eu, por exemplo, optei por não tomar qualquer remédio relacionado ao mal e a usar a MÃO ESQUERDA para muitas atividades, tal como almoçar, carregar objetos etc... Para escrever existe o notebook, a impressora e o conjuge para preencher formulários...!!!
    Ah! Planejo me aposentar no ano que vem e viajar pelo mundo fotografando...
    Só para esclarecer, meus tremores ocorrem “apenas” na mão direita.

    Edson Jaqueira, Salvador/BA

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa tarde.
      Parece que temos os dois o mesmo problema e a mesma idade. Gostaria de fazer-lhe uma pergunta: Quando precisa de preencher documentos ou fazer assinaturas presenciais como faz? Um abraço

      Excluir
    2. Bom dia!
      Para preencher documentos, quando são poucos os passos eu mesmo preencho. Mas quando requer uma precisão melhor deixo a vergonha de lado e peço para outra pessoa. O problema é a assinatura, aí não tem jeito. Tem que ser você.
      Agora mesmo, como vou me aposentar, cancelarei meu registro no Conselho de Classe e precisarei renovar a minha antiga RG. Não sei como vai ser já que terei de assinar um documento importante...
      Seja lá como sair, vou assinar assim mesmo...fazer o quê??
      Na verdade o grande problema que temos é que não há pesquisas de verdade para tratar esse mal. Boa parte das publicações são absolutamente iguais. É o famoso ctl "C" ctl "V"...
      Abração,

      Excluir
  42. Bom dia Dr!
    Ja sofri muito com a paralezia do sono, agora estou tendo outros problemas ao dormir.
    Ao dormir eu sinto que meu braço começa a fazer movimentos repetitivos sozinhos, e ao mesmo tempo minha mao tbm fica fazendo movimentos sem parar e meus dedos ficam se retorcendo todo, e ao mesmo tempo minha cabeça fica fazendo movimentos sem parar e minha respiraçao fica bem fraquinha q parece que estou morrendo, ai a minha muoher ver q eu nao estou me sentindo bem e ve q eu fico me batendo ela sempre me acorda, ai eu ao acorda fica tudo normal como se eu nao tivesse sentido nada e a respiraçao normal, mas so que isso nao acontece com frequencia mas esta acontecendo.

    ResponderExcluir
  43. Bom dia Dr!
    Ja sofri muito com a paralezia do sono, agora estou tendo outros problemas ao dormir.
    Ao dormir eu sinto que meu braço começa a fazer movimentos repetitivos sozinhos, e ao mesmo tempo minha mao tbm fica fazendo movimentos sem parar e meus dedos ficam se retorcendo todo, e ao mesmo tempo minha cabeça fica fazendo movimentos sem parar e minha respiraçao fica bem fraquinha q parece que estou morrendo, ai a minha muoher ver q eu nao estou me sentindo bem e ve q eu fico me batendo ela sempre me acorda, ai eu ao acorda fica tudo normal como se eu nao tivesse sentido nada e a respiraçao normal, mas so que isso nao acontece com frequencia mas esta acontecendo.

    ResponderExcluir
  44. Bom dia!Doutor
    Minha filha tem 25 anos ,ao dormir percebo que mexe seus pés e dedos.Ela está sempre sentindo dor de cabeça,costas e pés.Há +- 1 ano venho tentando diagnosticar alguns sintomas como pés e abdomem inchados ,ja fomos a vários médicos (Clinico Geral/Ginecologista/Angiologista), no exame de sangue acusou deficiência vitamina D (deu 4) .O que o senhor pode nos orientar?
    Desde já muitissimo obrigada

    ResponderExcluir
  45. ola.tenho uma duvida meu filho tem 2 aninhos quando ele dorme tem tremores no corpo..pois tenho medo porque 6 meses deu convulsão nele,mas ele fez exames e não deu nada graça a deus o dr pode me orientar sobre isso

    ResponderExcluir
  46. Bom dia. Tenho sensação de estar tremendo por dentro, mas as não e' visível por fora. E' como um latejar constante do lado esquerdo, braço, pescoço, cabeça. Minhas pernas ficam sem forcas e até respirar me parece
    difícil, como se me faltasse forca. Tem se intensificado. Tomo Nexium a muito tempo .

    ResponderExcluir
  47. oi eu tenho paralesia cerebral e tenho tremores principalmente quando fico nervosa... tem algum remedio q pode me ajudar?? bjs

    ResponderExcluir
  48. Dr. Minha filha tem 6 anos e a 2 anos atrás, ela teve uma convulsão. Realizamos os exames para saber se ela era epilética. Apesar da comprovação a medica falou que não deveríamos medicá-la. um segundo especialista, 6 meses depois, ao vê,o exame, e novo exame, também achou correta a atitude da médica. ela não teve nenhuma crise mais. porém ela anda se queixando que seu pê às vezes fica tremendo, às vezes um dos dedinhos. é normal ou tem alguma ligação com o que aconteceu anteriormente? agradeço a atenção. Fico "ansioso" pela resposta.

    ResponderExcluir
  49. Dr. tenho 27 anos a mais ou menos oito anos atraz de sindome do pânico o medico receitou rivotril 2mg e anafranil de 25mg .hoje fez o desmamme do anafranil tem um ano que deixei. mas continuo tomando clonazepam de 2mg e tomo muito café e tenho um leve tremo em minhas mãos ..o que devo fazer mim ajudar

    ResponderExcluir
  50. Olá Dr. Estou com sindrome do pânico e estou tratando, estou bem melhor mas de todos sintomas que eu sentia, continuo sentindo somente, tremores e uma aceleração depois que acordo, depois de 30 min. passa totalmente, durante o dia continuo bem. Como pode ser explicado somente esses tremores e acelerações de manhã??
    Espero que possa me ajudar.

    ResponderExcluir
  51. olá Dr. meu dedo polegar da mão esquerda fica mexendo... faz uns 5 dias sem parar ... bem continuo a mexida pensei que fosse stress algo assim ... mais se o Sr ver isso ake me responda oque pode ser se é normal ... abaços boa tarde.

    ResponderExcluir
  52. Ola Dr. Minha mãe tem 63 anos e uns 2 meses ela começou a tremer as pernas e o lábio inferior isto fazendo com q ela babe sem perceber. Ela toma remédio de pressão, labirintite e diabetes, e agora de nervos também. Será que pode ser ecesso de medicamentos? Ela agora sofre de depressão por se aborrecer muito. Como poço ajuda-la? Pois ela esta indo em vários médicos e ela acha que possa ser mal de Parkinson. Se puder me responder desde já agradeço.

    ResponderExcluir
  53. Dr. tenho repentina tremedeira nos braços e mãos. Assim que como alguma coisa sólida passa, mas hoje eu estava comendo pão quando começou. Procurei então comer açucar e foi indo aliviou. Ainda estou meio lá, meio cá. É como se fosse uma fraqueza. O médico mandou fazer exame de dosagem do Complexo B, eu fiz e deu normal. Acabei de sentir esse sintoma, mas tem meses que não sinto nada. Médico nenhum sabe o que é. Estranho! Pode me orientar se devo fazer algum exame específico. Obrigada!

    ResponderExcluir
  54. ola Dr, meu filho de 14 anos esta com o dedo mindinho tremendo e diz que nao sente os movimentos dele. O que seria?

    ResponderExcluir
  55. Dr. Já há 5 anos venho procurando especialistas em vão para diagnosticar o que sinto. Pelo q pesquisei estou com Tremor Ortostático. Tenho 55 anos, sou aposentada com convênio SABESPREV. Poderia me indicar algum especialista em São Paulo ou Santos que trate de "TO" e seja do meu convênio??? Grata, SÔNIA FLÔRES

    ResponderExcluir
  56. Dr. eu tenho tremedeiras na cabeça, antigamente era com menas intensidade, agora aumentou, são tremedeiras mais fortes, sempre fui uma pessoa nervosa, mais na adolescência não tinha essas tremedeiras, apesar de ficar super nervosa quando lia em público, já passei cada vergonha quando lia. A cinco anos que isso aumentou e hoje já está no nível bem forte, já fui ao neurologista, fiz mapeamento cerebral, mas n ão deu nada, n lembro exatamente o que ele passou para eu tomar, mas acho que foi um calmante, mas isso n adiantou nada. Enquanto estou aqui digitando a minha cabeça treme, tenho feito um esforço para quando estou em público para as pessoas n perceberem e quando percebem......Sou professora a 10 anos, uma vez uma aluna perguntou por que a minha cabeça tremia, ignorei a pergunta dela. Fui ao psiquiatra, mas me deu um remédio para depressivo, tomei algumas vezes e depois deixei e n fui mais com ela. Ainda estou na casa dos 30 anos, o que posso fazer ???????

    ResponderExcluir
  57. Dr. tenho 60 anos mas desde bem nova tem dias que acordo com tremedeira no corpo, principalmente nas mãos, é como se eu tivesse dormente, o que poderá ser, minhas amigas dizem que é hipoglicemia, será? atc.

    ResponderExcluir
  58. Minha mae qdo dorme treme o corpo involuntariente o que pode ser? Ela tem 63 anos e ja teve um avc? Agdc se puder responder! Abc

    ResponderExcluir
  59. Doutor,tenho 21 anos e ja estou entrando em depressao por causa desse tremor essencial,tem algum tipo de remedio q eu possa tomar para amenizar esse tremor,minha mao treme,minha cabeça treme tudo treme è um horror.

    ResponderExcluir
  60. pelo amor de deus eu tremo minha vida toda é é perdi minha vida ate agora achei boas pessoas que me ajuda . acho que foi por alguns acidentes de carro que tive quando era muito novo tremo corpo inteiro não da pra segura copo com uma mao que certo que banho em repouso ate que não tremo por que ta apoiado em algo , so que tenho crise passo por qualquer emoção corpo inteiro fica muito tremolo que austa , unica maneira fica mas calmo mas mesmo assim tremo , quando encontrei minha namorada pela primeira vez tremi muito so conhece mulher pela internet ,so de fala com ela ja tremei eu aqui no pc quando vi ela tremi muito mas ela fingiu que não vio , tirando raros momento bons o resto quase 99% da minha vida é um inferno por isso minha pior crise foi no unico emprego que ja tive por pena fiscal de loja . ate voz tremia boca olho pulava corpo inteiro tive que sair mas cedo pro almoço tormento carrega essa cruz , trabalho sempre pergunta tem carterinha do add meu é meio é novo2014@hotmail.com.br se alguem que treme tiver como me ajuda ou so conversa pode manda um email preciso de ajuda ja tomei muitos remédios mas ate hoje nada ja tentei me mata por isso e uma cruz que cansa quem não com essa gravidade acha que coisa da minha cabeca não entende tenho 25 anos não tive amigo nem teenho , eu era mesmo mostro da escola corria todos dia pra não apanha por que eu tremo mas isso ja foi , pedino de coração se alguem pode me ajuda não posso peixo quero algo pra pesca não nego trabalho

    ResponderExcluir
  61. Dr. Rafael, meu marido estar com tremor na perna direita e só treme quando ele estar dirigindo, isto é normal? Por favor ajude-nos.

    ResponderExcluir
  62. Dr eu to muito assustada essa noite eu comessei tremer todo o corpo e bater queixo sem estar sentindo frioo e nao sei oq é isso tambemm estava com muita asia sera q tinha algo a ver com o estomago ou seria alguma doença..obrigado aguardando sua resposta

    ResponderExcluir
  63. oi pessoal.. hoje briguei no serviço e tremia muito, incontrolavelmente...acontece que isso ocorre muitas vezes, seja em provas, ou testes... tenho apenas 30 anos e as pessoas se assuntam...minha mãe morreu cedo e era mto nervosa, minha irmã desmaiou ao discutir... ninguem consegue diagnosticar e nos tratar

    ResponderExcluir
  64. doutor meu marido tava andando de bicicleta quando de repente ele teve um trimilique nas maos e nos pes e ao mesmo tempo ele teve uma tontura. quando chegamos em casa ele começou a suar frio e ficar sem sangue nas maos queria saber o que seria isto? meu marido tem apenas 22 anos

    ResponderExcluir
  65. Gostaria de encontrar algum tipo de caneta que me proporcione mais segurança ao escrever pois, minha mão direita é trêmula.

    ResponderExcluir